31 de jul de 2009

Ir às raízes

Meu pai é meu herói. E não é faz de conta, é uma pessoa gentil, bom caráter, de boa índole. É um semi-analfabeto no papel, mas com doutorado na vida. É o meu exemplo. Minha mãe nem se fala. Ela faz tudo por nós, faz carinho, dá carinho, espalha carinho, nutri com carinho. É o meu exemplo também. Esses dois é tudo de mais especial que tenho nessa vida. Aliás, família é tudebom! No dia em que eu e o Almir fomos marcar o nosso casamento, estávamos muito felizes, afinal esperamos aquele momento por tanto tempo. Quando enfim fomos chamados para dar inicio a papelada e toda parte burocrática da coisa, a atendente nos perguntou como iria ficar os nossos nomes. Não titubeei, e perguntei se por acaso não poderia permanecer o mesmo sobre nome. E nos informou que seria uma das possibilidades. E ela com cara de espanto, perguntou:
Mas você não vai colocar o sobrenome do marido? (Enxerida!)
Eu: Mas não posso ficar com os meus sobrenomes, os dois? Do jeitinho que os ganhei?!
Ele: Olhou com olhar de surpresa! Mas logo me compreendeu.
E a moça continuou a investida para eu adicionar o sobrenome do marido. E falando que normalmente tira-se um dos sobrenomes para incluir o do marido. Aquilo me deu um aperto. Só de pensar na possibilidade de precisar escolher um dos sobrenomes para ser substituído. Doeu na minha alma. Os dois sobrenomes que carrego peso uma tonelada e meia. Não que sejam sobrenomes renomados, cheios de glamour, nada disso. São simples na sua essência, mais do que comuns, mas são meus, são eles que fazem parte da minha história, das minhas raízes, do que sou hoje. Não existia possibilidade que eles fossem arrancados de min. Cada um tem o seu peso, tem a sua parte na minha vida, é a minha origem. Não havendo portando essa possibilidade fiquei então com eles, ali, intactos, nos mesmo lugar, de onde jamais poderão ser tirados e acrescentei o daquele que escolhi para me acompanhar à partir dali, o de uma pessoa especial, que amo, que é cheio de defeitos assim como eu sou, mas que me faz bem, que me encanta todos os dias. E assim continuo a minha vida com todos os nomes que foram agregados para que eu continue tecendo a minha história. Fui aclamada por alguns e criticada por muitos, já que o meu nome ficou bem extenso. Não importa!
Imagem: Penelope Dullaghan

29 de jul de 2009

Auto-Retrato

Por que eu sou feita de amor da cabeça aos pés
Sou feita de carinho e alegria
De sol, calor e harmonia
De intensidade e da capacidade de se apaixonar

Sou feita também de chuva e vendaval
Sou feita de dias nublados e frios
Sou feita de encontros e desencontros
De erros e acertos

Porque sou feita muito mais de sonhos
Sou feita de risos descompromissados
De apertos e abraços amassados
Sou feita das flores e da primavera

Também sou feita de intolerância
Sou abstrata, mas não sou ingrata
Sou ruim, sou boa, sou louca
Sou o sim que odeio o não

Sou mais eu,
Sou desejo de dias lindos e iluminados
Sou cheia de anseios e devaneios
Sou desvairada, completamente desvairada!

Também sou feita pro amor :)


Imagem: artstream

27 de jul de 2009

Coração ao vento

Fazemos coisas inconseqüentes em diversos momentos das nossas vidas. Todas as nossas ações são feitas em sã consciência, mesmo aquelas que fazemos em momentos de pura empolgação, de desejo e loucura. Onde a inconseqüência fala mais alto e não escutamos a voz da nossa razão. Escolhemos a direção e nem sempre é o que desejaríamos que estivesse acontecendo naquele exato momento. É engraçado que tudo parece querer acontecer na mesma fração de tempo, sem dar folgas, e acontece sem pedir licença, sem nos deixar programar, amortecer a dor. Eu sei que o que está acontecendo não é só problema meu. E volto atrás, porque no fundo foram as minhas escolhas. Não foi forçado, ninguém obrigou. Mas eu me deixei iludir, fantasiei e não quis enxergar os defeitos, os malfeitos achando que tudo seria superado. As nossas diferenças, as nossas crenças, os nossos costumes, como enxergamos o outro, o amor, a busca pelo saber e tantas outras coisas que nos faz diferentes. Em contrapartida você me deixa segura, me fortalece, é a pessoa que amo, que ilumina, que me ajuda e que me ama. Disso eu tenho plena certeza. Mesmo que o seu jeito de amar ainda precise ser amadurecido, polido para dar certo. E sei que muitas vezes o que te faz menos acolhedor é a sua sensibilidade em perceber que eu não estou bem, que eu estou passando por uma fase que está sendo um turbilhão em minha vida. São muitas mudanças e estou tentando me fortalecer. Mas não é um problema seu, é meu, repito isso quantas vezes for preciso. Até mesmo para minha compreensão de tudo que se passa. Não posso querer jogar isso pra você. Sei que tudo voltará ao normal. Mas não é fácil. A nossa rotina, o nosso caminhar, os nossos dias precisam ser juntinhos, um do outro. Preciso do seu aconchego, do seu aperto e do seu carinho. Estou tentando achar o caminho e não quero me perder, são muitos os descaminhos, as ruas sem saídas. Mas na imensidão de tudo que se passa, na intensidade de tudo que já vivemos, vamos conseguir passar por isso e sermos muito mais felizes, porque estaremos muito mais fortalecidos. Estou correndo para achar o nosso cantinho e voltar para o seu abraço. Mas eu preciso respirar, sentir a brisa bater no meu rosto. Trilhar o meu dia sem o compromisso de contar todos os meus passos, sem bússola, sem gps. Ainda vejo flores nos jardins, mesmo com um céu ainda cinzento, com os dias frios. Vejo luz. Quero me agarrar a esta pontinha de luz para deixar o clarão entrar, sem arder os olhos cansados da solidão.

Imagem: Patricia Petola

Vermelhos

"
Vermelhos são seus beijos
Que meigos são seus olhos
Ver que tudo pode retroceder
Que aquele velho pode ser eu
No fundo da alma há solidão
E um frio que suplica um aconchego"
Vanessa da Mata
Imagem: Celso

24 de jul de 2009

Não deixe passar desapercebido

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu. Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d'água neste momento, perceba:existe algo mágico entre vocês.
Se o 1º e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração. Agradeça: Algo do céu te mandou um presente divino : O AMOR.
Se um dia tiverem que pedir perdão uma o outro por algum motivo e, em troca, receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelo, se os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro. Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida. Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado... Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados... Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite... Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado... Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela... Se você preferir fechar os olhos, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente. É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais. Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o AMOR.

23 de jul de 2009

Colírio

Estou precisando de um lugar assim: cheio de boas energias, tranquilo, para que eu possa transbordar o meu sorriso. Tomando por base o que me envolve neste momento, isso é simplesmente uma miragem. Acho que esse lugar não existe, \ô/. ;-)))

22 de jul de 2009

Amigos

A amizade é um sentimento maisnobre do que o amor,eis que permite que o objeto delase divida em outros afetos,enquanto o amor tem intrínseco o ciúme,que não admite a rivalidade.E eu poderia suportar,embora não sem dor,que tivessem morrido todos osmeus amores, mas enlouqueceriase morressem todos os meus amigos!
A alguns deles não procuro, basta-mesaber que eles existem.Esta mera condição me encoraja a seguirem frente pela vida.
Mas, porque não os procuro comassiduidade, não posso lhes dizer oquanto gosto deles.Eles não iriam acreditar.
Mas é delicioso que eu saiba e sintaque os adoro, embora não declare enão os procure.E às vezes, quando os procuro,noto que eles não temnoção de como me são necessários,de como são indispensáveisao meu equilíbrio vital,porque eles fazem partedo mundo que eu, tremulamente,construí e se tornaram alicerces domeu encanto pela vida.
Se um deles morrer,eu ficarei torto para um lado.Se todos eles morrerem, eu desabo!Por isso é que, sem que eles saibam,eu rezo pela vida deles.E me envergonho,porque essa minha prece é,em síntese, dirigida ao meu bem estar.Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.Por vezes, mergulho em pensamentossobre alguns deles.
Se alguma coisa me consomee me envelhece é que aroda furiosa da vida não me permiteter sempre ao meu lado, morandocomigo, andando comigo,falando comigo, vivendo comigo,todos os meus amigos!
A gente não faz amigos, reconhece-os. (Vinícios de Moraes)

Imagem: Recebi por e-mail



21 de jul de 2009

Correndo atrás

Sempre sentimos falta de querer,
De estar perto e poder abraçar
Sentimos falta de sonhar
E o legal é podermos escolher

Sonhe com o que quiser sonhar,
Tente ser quem idealiza e imagina ser
A vida é curta e só existe uma
A máquina do tempo é devastadora

Ele passa tão de pressa, gira com velocidade
Nos traz amor e também a dor
Se demorarmos perdemos a chance de ser
Temos somente uma chance e nela devemos nos firmar

Para fazermos aquilo que desejamos fazer
E conquistarmos a nossa felicidade,
Que é o que buscamos e almejamos ter

Porque ela nos torna doce e nos torna mais amáveis
Em contrapartida a dificuldade nos fortalece
A tristeza nos engrandece e nos torna menos egoístas
A felicidade nos abre caminhos

Nos faz enxergar a melhor trilha
Agarrar as oportunidades de viver feliz
A felicidade surge para os que sofrem
Para aqueles que se ferem

Que tenha sensibilidade de reconhecer
De notar as grandes pessoas que passam por suas vidas
Porque a vida precisa ser vivida intensamente
Porque sem ao menos podermos nos programar para tal ela se vai

Imagem: Cores do Áquario

19 de jul de 2009

Avaliação


Saudade do abraço contido, apertado e amassado;
Do sorriso sincero e do seu mistério;
Saudade dos nossos melhores momentos, do dia-a-dia e dos feriados colados;
De ser feliz com você, de te amar e te reconhecer;
A vida nos prega esses desafios, são verdadeiros testes de resistência e ainda estou acreditado que tudo retornará ao normal.
Mas as mudanças serão necessárias, precisamos crescer, amadurecer e deixar a vida acontecer; Momento de refletir!

Não tenha pressa de compreender a luz que você é – Brilho intenso
Não tenha pressa com respostas – Controle a ansiedade
Acolha amorosamente as suas perguntas seus questionamentos – E, re-avalie cuidadosamente
Não queira deixar de ser para ser - SEJA
Não queira mudanças – São dolorosas e quase sempre machucam
Construa transformações – Em conjunto
Isso é crescimento! - Amadureça
(Baseado em: LeLa)

17 de jul de 2009

"Lambes- Mel"

Serzinho tão inofensivo. Troca qualquer um por um passeio, pode ser pra qualquer lugar. Não importa, seja para dar uma voltinha de carro, uma circulada no quarteirão ou uma ida na pracinha, tudo vale. Sem indagar sai balançando o rabo toda cheia de pose. Essa é a querida, Mel.

16 de jul de 2009

A menina dança


Já diziam por aí, que “quem dança os seus males espanta” ou “quem canta os seus males espanta”. Isso é muito verdadeiro. Sempre admirei a dança. Sou fanática por música. Mas nunca fui muito de dançar, já que o meu molejo para tal não era muito apreciável. Em todas as festinhas eu sempre me metia a dançar, tentava acompanhar os passos das minhas irmãs, mas sem fazer muito sucesso. De uns tempos pra cá vinha sentindo uma vontade imensa de fazer algo do gênero e comecei observar os lugares por onde andava e fazer pesquisas na internet. Até que bem próximo do meu trabalho descobri uma academia de dança, dessas requintadas, com todo tipo de dança que se possa imaginar, mas com um preço bem salgado pro meu bolso. Cheguei até a fazer algumas aulas, mas logo percebi que não seria possível, além do preço, era muito longe da minha casa. E embora fosse perto do meu trabalho eu chegaria em casa muito tarde e isso seria muito cansativo. Desisti dessa academia e comecei a pesquisar uma mais próxima da minha casa e encontrei um lugar bem bacana. Simples e modesto, mas tinha gente. Gente simpática, carismática e alegre. Era tudo que estava precisando. Estou fazendo aula de Samba-rock e já iniciei também aulas de Gafieira. Que delícia. Como é gostoso sentir a liberdade tocando o seu corpo. Não tenho mente de dançarino, e desenvolver uma não é nada fácil, é um treino, onde a cada dia que passa aprendemos e absorvemos mais. Hoje consigo pegar com mais facilidade os movimentos (isso porque não faz muito tempo que iniciei), mas ainda tenho dificuldades em decorar a seqüência dos passos. Mas tudo é questão do nosso querido e bom tempo. Fico observando a leveza dos professores, a desenvoltura com o corpo, é impressionante. Uma coisa que observei entre as pessoas que fazem aula é que eles são tão dedicados à dança, curtem tanto à música, que são poucas as pessoas que consomem bebida alcoólica. Pude perceber isso em lugares em comum que fomos para assistir os campeonatos de dança. E sempre tive um preconceito incutido em min de associar a dança à boemia, fartura das noites mal dormidas, mas pelo jeito, bem aproveitadas. Sem o exagero do álcool.
A dança é saudável, nos deixa leve. Faz o nosso corpo descarregar endorfina nos deixando com um senso de humor apreciável, mais brilhantes, sensação de bem estar, conforto e alegria. A exuberância dos movimentos nos torna indiscutivelmente mais sensuais.
Imagem: Ilustrana

15 de jul de 2009

Mundo Desigual




A minha alma tá armada e apontada
Para cara do sossego!
Pois paz sem voz, paz sem voz
Não é paz, é medo!
As vezes eu falo com a vida,
As vezes é ela quem diz:
"Qual a paz que eu não quero conservar,
Prá tentar ser feliz?"
As grades do condomínio
São prá trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão
Me abrace e me dê um beijo,
Faça um filho comigo!
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo, domingo!
Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido...
É pela paz que eu não quero seguir admitido
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir admitido
Por: Marcelo Yuka (o Rappa)


É, fui vítima de um sequestro relâmpago. Apesar de toda situação tensa, do medo do inesperado, do individuo se aproveitar da fragilidade feminina para dominar a situação. Por um momento fiquei com pena daquele rapaz. E no mesmo instante com vontade de matá-lo.
É a selva de pedra, o mundo cão em que estamos vivendo, a desigualdade social e todo aquele blábláblá que estamos cansados de saber. Passei por essa, passei bem e não quero passar de novo.

14 de jul de 2009

Peixe Mutante


Quero pensar no dia que vou chegar e sentir o sol ardendo, o suor descendo e escorrendo sobre o meu rosto. O cansaço sadio chegando no fim do dia, deste mesmo dia exaustivo de tanto trabalho. Sei que poderia estar aproveitando melhor o meu tempo ocioso. Sei também que vivendo em um mundo tão corrido dias vazios hoje em dia é uma raridade. Mas, definitivamente não estou aproveitando bem o meu tempo livre. Percebo que estou sim tentando achar esse caminho de maneira bem acomodada.
Pois bem, aqui estou somente para relatar o esgotamento do marasmo. Quero luz, ação e agitação. Quero sorrir e conversar, correr e brigar, xingar, pedir desculpas. Impor e respeitar novas regras, novos costumes. Sou ser mutante, não mudo a minha essência, a minha base. De resto tento ir melhorando dia após dia.

8 de jul de 2009

No meio do Furacão

Sabe quando você está dentro do furacão, em uma situação tão enrolada, mas de maneira extremamente acomodada. É assim que estou me sentindo nesses últimos tempos. A vida caminhando a mil, dobrando e redobrando para não parar na curva do rio, mas a impressão é que estou ali intacta, sem movimento, sem forças para seguir e buscar outros horizontes. Estou vivendo os dias vazios, sem conversas, sem tumulto, a graça já não é mais a mesma, mas também sei que não pode haver a desistência. Só vou Fechar os olhos quando não ver mais nenhum sentimento de esperança. Essa luz no fim do túnel ainda consigo enxergar, mesmo de maneira destemida, fina, ao ponto de quase sumir.

7 de jul de 2009

O retorno


Retomando hoje pra esse mundo virtual.
Andei por um bom tempo só curtindo e lendo na blogosfera, e resolvi retomar os meus escritos. Deixar registrado aqui os meus caminhos, os meus lamentos, angustias e alegrias do dia-a-dia.